Rene Montano, Estudante
  • Estudante

Rene Montano

2seguidores14seguindo
Entrar em contato

Comentários

(10)
Rene Montano, Estudante
Rene Montano
Comentário · há 2 anos
😂😂😂😂 estou farto de tanto rir. O brasileiro, e não apenas o menos privilegiado, se mata numa guerra de egos inflados que beira a mediocridade, e entenda por medíocre não o vocábulo mediano, mas a forma grotesca de se qualificar bem por baixo mesmo uma determinada situação. Há de fato uma certa incoerência entre o que o autor pública e seu “inflado” currículo, assim também, de outro colega que quer se vangloriar de ser filho da “usp”, já que a usp foi um dia colega, não é mais senão apenas na aparência, jajá acaba superada até pelo Mackenzie. E nome de família não significa absolutamente nada, nem mesmo ter publicado 19 livros ou 60 artigos pois todos sabemos que nessa terra tupiniquim, apadrinhados publicam qualquer coisa para fazer currículo e poder ganhar a vaga de professor da usp. Isso não significa qualidade, o que não ocorre com os antepassados dessa família já que são conhecidos e respeitados. Então parem de inflamar seus egos e atenham-se ao que o autor quer realmente chamar a atenção. De forma resumida e bem direta, deixem seus ternos, sejam eles um Hermès ou um reles garbo no armário quando não estiver formalmente trabalhando, seja atendendo um cliente ou fazendo uma audiência. O que ele quer criticar e eu também crítico é que os “dotô” nesse país tupiniquim vão a restaurantes, ou a festas infantis, em seus ternos, garbosos ou não, e muitos distribuem cartão até para o garçom da festa. Exatamente por isso a crítica, pois muitos e não são poucos querem passar a impressão de serem o que não são. Mas isso não é exatamente culpa do pobre profissional e sim da cultura ridícula desse país que valoriza a ostentação. O idiota, e por idiota não entenda o xingamento, mas o siginificado real, não está preocupado em contratar um bom profissional mas em contratar aquele que ostenta o kit Montblanc. Brasileiro não come pelo
Paladar mas come pelos olhos, então devemos nos preocupar com a indumentária? Não, simples assim, não há mal algum em ser informal quando não se exige a solenidade.
Rene Montano, Estudante
Rene Montano
Comentário · há 2 anos
Desculpe mas esse artigo é equivocado pois o CDC quando se refere a limites quantitativos se refere à limitação se quantidade do produto que o consumidor pode adquirir. Normalmente quem faz isso são os hipermercados que fazem promoções de pacotes de arroz a 5 reais limitando a compra a duas unidades por consumidor. Nada a ver com valores mínimos para se aceitar uma forma de pagamento. Seria o mesmo dizer que um estabelecimento não pode recusar cheque já que o mesmo é também uma forma de pagamento à vista. Estando animfoacaonem local visível e ostensiva nada de errado há nisso

Recomendações

(12)

Perfis que segue

(14)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Rene

Carregando

Rene Montano

Entrar em contato